Saiba mais sobre o investimento em hotéis

Uma alternativa para o pequeno, médio e grande aplicador, o investimento imobiliário em hotelaria oferece excelente retorno financeiro, segurança patrimonial e alta liquidez. Ao investir em uma UH (unidade hoteleira) você ganha a médio/longo prazo com a valorização de seu imóvel e, mensalmente, com o lucro do negócio hoteleiro.

Por que investir no mercado hoteleiro?

Ao investir em um hotel você se beneficia com a valorização do seu patrimônio no mercado imobiliário e participa da rentabilidade mensal do negócio, cuja previsão do lucro líquido está entre 0,7 e 0,9% (para 70% de ocupação). Investir em hotel é sinônimo de tranquilidade. Você não precisa se incomodar com inquilinos, administração, manutenção, decoração e Imposto de Renda. Para fechar um bom negócio é preciso pesquisar a localização, a construtora responsável pelo empreendimento e a bandeira que fará a administração hoteleira.

Como funciona o sistema Pool de sociedade?

É um sistema associativo em que os proprietários de unidades de um empreendimento imobiliário, destinam suas unidades para a exploração hoteleira.

Constituem objeto desse sistema associativo, alem dos apartamentos integrantes do hotel, as suas respectivas áreas e bens comuns, como o restaurante, as salas de convenções, incluídos todo o seu mobiliário, equipamentos, utensílios, instalações, e decoração, para a exploração hoteleira.

O contrato de pool hoteleiro define e determina todos os direitos e obrigações entre as partes, inclusive a administração hoteleira, com seu plano de contas e forma de distribuição dos resultados, fundos de reserva, taxa de administração etc.

Através do pool hoteleiro o comprador tem a garantia de participar de todos os resultados que o hotel distribuir para os proprietários, inclusive os resultados do restaurante, da locação das salas de convenções, etc.

Estrutura Jurídica do Hotel

“No sistema de locação conjunta de unidades imobiliárias, denominado de pool hoteleiro, constitui-se, independentemente de qualquer formalidade, Sociedade em Conta de Participação (SCP) com o objetivo de lucro comum, onde a administradora (empresa hoteleira) é a sócia ostensiva e os proprietários das unidades imobiliárias integrantes do pool são os sócios ocultos.” (Ato Declaratório Interpretativo SRF nº 14/2004, parágrafo único).

Desta forma, todas as operações hoteleiras e administrativas do pool serão sempre executadas pela administradora, em nome da sociedade isentando cada participante das preocupações e responsabilidades com estas tarefas.

Quais são as vantagens?

Em primeiro lugar, a sociedade limitada obteria o capital de que necessita e os investidores teriam seu dinheiro aplicado em produção, revelando que este tipo societário tem uma importante função econômica, permitindo que o empresário fuja dos exorbitantes juros bancários. Mais que isso, os sócios ocultos estarão investindo seu capital num empreendimento que está no controle de pessoas que presumidamente possuem o conhecimento necessário para desenvolver o negócio.

Em segundo lugar, garante-se privacidade aos investidores, porque a sociedade em conta de participação é uma sociedade “secreta”.

Ainda, a responsabilidade civil pelos negócios jurídicos realizados pela sociedade é exclusivamente do sócio ostensivo. Os sócios participantes não mantêm qualquer relação jurídica com os credores, logo, respondem apenas regressivamente perante os sócios ocultos.

Os diretores da JR&NVS Consultoria Especializada em Hotéis, José Aparecido Ribeiro e Maarten Van Sluys, explicam que “aplicar em hotéis é bom, desde que o investidor tenha o cuidado de escolher um produto bem-localizado, que seja administrado por uma bandeira com expertise na gestão hoteleira e que não pratique concorrência interna de forma, ou seja, aqueles que administram vários hotéis em uma mesma praça”.

Perguntas frequentes:

a) É um apart-hotel?

Não é um apart-hotel – O apart-hotel é um misto de apartamento residencial com hotel, uma parte dos proprietários reside no apartamento adquirido e a outra parte, coloca suas unidades para serem utilizadas como quartos de hotéis, para isto, contratam uma administradora hoteleira para gerenciar o “Pool Hoteleiro”.

b) Como eu sei, se a renda do hotel foi distribuída corretamente?

Cada hotel tem uma conta corrente independente; mensalmente é emitido um balancete onde são detalhados todas as contas de receitas e despesas e após retenção do fundo de reserva e o pagamento da taxa de administração da operadora hoteleira, o restante é distribuído em partes iguais para cada proprietário das unidades hoteleiras.

Entre os proprietários é eleito um sindico e um conselho fiscal, que podem solicitar informações mais detalhadas da operadora hoteleira.

c) Estou comprando uma quota do hotel?

Não, você adquire uma ou mais unidades hoteleiras, de acordo com a Lei 4.591/64, que rege as incorporações imobiliárias; portanto, a compra de unidades hoteleiras equivale a compra de apartamentos em um edifício residencial ou salas em um prédio comercial.

d) Se o meu apartamento não for utilizado, eu vou participar da renda do hotel?

Sim, através do “Pool Hoteleiro” o comprador tem a garantia de participar de todos os resultados que o hotel distribuir para os proprietários, inclusive os resultados do restaurante, da locação das salas de convenções, tarifas de telefonia etc.

e) Eu posso vender o meu apartamento?

Sim, o apartamento pode ser vendido como qualquer outro imóvel, através de escritura publica de compra e venda, por que a unidade hoteleira é uma unidade autônoma de um condomínio.

Via Investimento em Hotéis

postado em Dicas e curiosidades, Investimento and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Postar um Comentário

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

*
*

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>